Entre os avanços de Kiev presidente da Comissão europeia destacou a adoção de um pacote de leis para combater a corrupção. Tendo em conta o progresso geral, a proposta da CE sobre a supressão de vistos para os cidadãos da Ucrânia pode ser apresentado já em abril, prometeu Juncker. No entanto, a data específica não nomeou.

Como relatado, a Geórgia, que, juntamente com a Ucrânia começou a preparação para a liberalização de vistos, já recebeu uma proposta formal do CE. Deliberação de Bruxelas contra Ucrânia no corpo diplomático explicam o referendo, que deve ocorrer no início de abril na Holanda.

A holanda é o único país da união Europeia, que não ratificou o Acordo de associação da Ucrânia e a UE. Este assunto será submetido à votação os cidadãos do estado. O referendo nomeado, em 6 de abril.

A comissão europeia tenta ativamente da campanha holandeses votar "para", observando que não se trata apenas de um determinado contrato, mas também sobre a unidade de toda a Europa. No entanto, entre os cidadãos da Holanda até que prevalece евроскептицизм. De acordo com resultados de março uma pesquisa realizada pela empresa de I&O Research, 57% das pessoas que virão para o referendo, vão votar contra a ratificação do tratado.