"Me chamou a atenção a caricatura, o que "permitiu" publicar um drone na rede social Facebook. O que posso dizer: o Nilo, segure-se!", — citado Захарову agência FEIRA.

Os dois países também aconselha Ushakov, "na próxima vez que publicar caricaturas que você quiser em Charlie Hebdo". "Tu serás totalmente protegido, nenhum homem te dizer nem uma palavra", disse o ministro russo.

Ushakov, publicou nas redes sociais caricatura com o ciclista, que se quebrou a roda, mas exige uma indemnização no valor de 185 млрд. euro da Rússia. É a soma, chamada de comissão de cálculo de danos para a ocupação soviética da Letônia.

Segundo o ministério público, ele não acredita que o correto é buscar na história as raízes dos atuais problemas, além de gastar dinheiro em um estudo de danos de eventos do passado, em vez de investi-los na solução de tarefas de hoje, por exemplo, na medicina ou educação.

Depois disso, o deputado Инесе Вайдере enviou uma carta pelo Eric Калнмейерсу com um pedido de avaliação de acordo com o prefeito de Riga, do ministério público sobre os danos da ação da URSS e trazê-lo para o responsável.

O prefeito de Riga também disseram à polícia devido a entradas no twitter. Ushakov, publicou uma foto com o ciclista, que se quebrou a roda, mas exige uma indemnização no valor de 185 млрд. de euros.

Mais tarde Acontecerá publicou uma nova caricatura. Na foto o ciclista, que ele próprio se insere o pau na roda, é retratada com a cabeça de Arruda Паздере, chefe da comissão que avaliou os danos da Letónia, da URSS em 185 млрд. de euros.

Por sua vez, esposa do prefeito de Riga Iveta Страутиня-ministério público publicou no Facebook um post em defesa da posição do ministério público. Segundo ela, a caricatura não têm nada a ver com a atitude de ocupação, e pediu que gastar dinheiro "para o futuro, pensado fiscal, a política, a economia, e não a análise de fatos do passado, a fim de agradar сиюминутным com fins políticos".