Dois марокканец e italiana женеа, segundo serviços de inteligência, deixaram o país no ano passado e foram para o Iraque e a Síria, informou a agência Reuters, citando um procurador de Milão, Maurizio Romanelli.

De acordo com o ministério público, um dos quatro detidos recebeu a ordem de "estado Islâmico" cometer atentados terroristas em Roma. De acordo com os materiais de investigação, a ordem foi transmitida com o aplicativo WhatsApp марроканцу Абдерахиму Мутахрику, ex-campeão de kickboxing. O atleta foi detido, juntamente com a sua esposa, Сальмой, durante umas férias no lago Lario.

Como explicou Romanelli, o casal planejou em breve ir guerrear na Síria do lado do IG, levando consigo os dois filhos de dois e quatro anos de idade. Assim, mesmo durante a operação, foi detido e 23 anos de idade, morador de Varese de origem marroquina e sua esposa.

Em conversa com jornalistas, o procurador explicou que os terroristas não eram próximas para a realização de seus planos. No entanto, segundo ele, o principal nessa história é o fato de que, na Itália, foram enviados especialmente treinados pessoas, намеревавшиеся cometer atentados. "Roma atrai sobre si a atenção enorme, como um centro de peregrinação para os cristãos", acrescentou Romanelli.

Na semana passada, em países europeus mais uma vez falar sobre os perigos de novos ataques terroristas na Europa por parte de militantes "estado Islâmico". Belgas as autoridades disseram sobre a possível enviar a Bélgica e outros países adeptos do IG, prontos para organizar os ataques.

Por sua vez, o diretor do serviço de polícia da união Europeia (Europol), Rob Wainwright, então, advertiu sobre a possibilidade de novos ataques terroristas na Europa. Sobre o fato de que o IG, que planeja realizar atentados nas praias da Europa, informou o tablóide alemão Bild

A polícia belga depois dos atentados de 22 de março, no aeroporto de Bruxelas e a estação de metro "Malbec", só para mencionar vida de 32 pessoas, realiza um apanhado contra suspeitos de terrorismo. Assim, em 12 de abril, foram detidos dois suspeitos de envolvimento no терактам, em Bruxelas. Procuradoria da Bélgica, informou na noite de 9 de abril de detenção de seis dezenas de atentados terroristas em Paris e Bruxelas.

Lembre-se, "estado Islâmico" assumiu a responsabilidade por uma série de ataques em Paris, em 13 de novembro de 2015, e pela explosão, em Bruxelas. Logo após os ataques terroristas na Bélgica no departamento de estado dos EUA afirmou que os grupos terroristas continuam a planejar a cometer no futuro imediato de ataques na Europa, usando como objetivos desportivos, locais turísticos, restaurantes e transporte público.

Depois de alguns dias após o ataque na capital da Bélgica, o canal de tv CNN informou, citando fontes, envolvidas com a luta contra o terrorismo, que militantes do IG preparam novos ataques na Europa.

No início de abril, IG publicou o vídeo em que пригрозило novos ataques na Europa. Os terroristas prometeu organizar atentados em Berlim, Roma, ou Londres.

No final de março, a Sky News, citando fontes de inteligência, disse que os militantes do IG planejam cometer atentados com o objetivo de matar crianças judias em escolas, creches e centros de juventude no país.