Anteriormente, o líder зоозащитной organização "Зооправо" Anastasia Федюнина informou que зоозащитники descobriram em um abrigo BAÑO ECO na calçada Primeira Маевки cadáveres de cães. Segundo ela, os funcionários do abrigo explicam o que aconteceu a disponibilidade que eles têm uma clínica veterinária, os profissionais que têm o direito de abater os animais.

FEIRA, o serviço de estado do MINISTÉRIO do interior na capital, informou que o local do abrigo encontrado mais de 40 cadáveres de animais: 29 de gatos e 12 cães. Федюнина com referência aos voluntários afirma que em um abrigo acalmou a cerca de três centenas de animais.

Na noite de sexta-feira, a situação é a de um abrigo passou da "fase ativa": território, veio a cerca de uma centena de зооактивистов, que exigem que os funcionários do abrigo dar-lhes os animais para protegê-los da morte. Por sua vez, os seguranças não brota de ativistas sobre o território, e a quem tenta lá de romper, que usam a força física. Sobre este "Louco", contou Федюнина.

Segundo ela, no local também abriga cerca de dez policiais, que não interferem no que está acontecendo. Зоозащитники não têm a intenção de desacordo, até que eles não conseguem pegar os animais.