"Lats "contadores" é preciso não em detrimento da era soviética contar e explicar o por que de 200 mil a 10 por cento — de letões deixaram o país na era da UE", disse ele.

No final de abril, a Rússia ofereceu Letónia avaliar os custos de libertação do país contra a ocupação nazista.

Спецкомиссия para a contagem de perdas Letónia devido a "ocupação soviética" foi criado no ano de 2005. No 2009-2013, ela não funcionava devido à falta de financiamento.

Letónia fazia parte da união SOVIÉTICA a partir de 1940 a 1991. A rússia não reconhece que, em todos estes anos, a Letónia foi ocupada, indicando que o tempo todo (exceto durante o período de ocupação da Alemanha) em poder da Letónia estava governo nacional.