Depois de convidado 1:2 "Chelsea", sob a orientação de Guus Hiddink tentei no próprio Stamford Bridge eliminar mínimo, a vantagem do adversário, mas rapidamente напоролся no contra-ataque. Zlatan Ibrahimovic зряче já arrecadou ao longo do portão, e Adrien Рабьо na luta com o zagueiro do Chelsea, conseguiu abrir uma conta— 0:1.

Mestres de campo se reuniram e se tornaram cada vez mais a ameaçar a baliza Trappe. Em 27 de minuto jogou bem na última virada de Diego Costa, de enganar e de tráfego livres de Thiago Silva e катнув a bola no ângulo— 1:1.

Na onda do sucesso do Chelsea poderia distinguir-se ainda uma vez, ficou com a equipe de Hiddink e a estréia da segunda metade do encontro. Contudo, o que mais a bola no portão de pessoas que não tinha, mas a equipe francesa no meio do semestre conseguiu digna a responder. E o gol foi muito semelhante à primeira, só que agora Ibrahimovic marcou, e em ассистентах foi listado Di Maria. Isso foi de 50 golo Ибры nas competições da uefa.

"O chelsea para sair nas quartas de agora precisava marcar três golos. Com essa impossível tarefa de полтайма de lidar era impossível. Assim, o PSG passou a 1/4-de-final do torneio.

Liga dos campeões-2015/16. 1/8 final (retorno de jogo):

Chelsea, da Inglaterra — para o PSG da França 1:2 (1:1)
Gols: Diego Costa (27) — Рабьо (16), Ibrahimovic (67)

Chelsea: Courtois, Аспиликуэта, Кэйхилл, Ivanovic, Kenedy, Obi Miquel, Fabregas, Pedro, Willian, Azar (Oscar, 77), Diego Costa (Traoré, 60).

PSG: Трапп, Маркиньос, Thiago Silva, David Luiz, Maxwell, Рабьо, Motta, Матюиди (van der Ville, 87), Di Maria (Cavani, 82), Ibrahimovic, Lucas (Pastore, 77).

Aviso: Рабьо (34), Motta (41), Fàbregas (45), Obi Miquel (53), Матюиди (86), Ivanovic (90).
O primeiro jogo— 1:2.