O presidente da Turquia, sublinhou que a RÚSSIA em questão violou o direito internacional. "A turquia não reconheceu a anexação ilegal de Criméia e não vai fazer isso", cita Erdogan "Interfax".

Erdogan também disse que a Ucrânia e a República Turca de скоординируют seus passos para proteger os direitos dos tártaros da criméia, na Criméia.

Ele disse que durante a reunião com o presidente da Ucrânia foi discutido essa questão, e ambos os lados uniformes de pontos de vista sobre o problema. "Nós precisamos de manter na agenda internacional a questão de violação de direitos dos tártaros da criméia, que se encontram no território da Criméia", disse o líder turco.

Por sua vez, o presidente da Ucrânia Poroshenko fez para atrair a Turquia internacional formatos de processo de negociação de крымскому assunto, incluindo o formato de "Genebra" (Ucrânia, Rússia, EUA e UE). "Estamos com o sr presidente (Turquia) pediu a colaboração medidas para деоккупацию da Criméia. Para isso, pretendemos unir esforços no âmbito de organizações internacionais, com base em novos formatos internacionais", disse Poroshenko.