A Marte, partiram para o orbitador Trace Gas Orbiter (TGO) e da demonstração do anfíbio módulo de Schiaparelli. Pela primeira vez na história do presidente, a missão será a busca de vestígios de vida em Marte.

Ramo de primeiro, segundo e terceiro graus "Proton-M" passaram pelo programa e sem incidentes, a nave espacial a saída para a órbita baixa da terra.

Overclock bloco "Brisa-M" quatro inclusões de motores deve trazer a ExoMars no caminho, rumo a Marte. Depois de algumas horas ele deve separar-se do ligamento TGO e Schiaparelli, que continuarão o caminho por si mesmo.

O vôo do foguete Proton-M" vai durar sete meses. Está previsto que a 16 de outubro de Schiaparelli se separa da TGO, para 19 de outubro a primeira entrou na atmosfera de Marte, e o segundo saiu em órbita do planeta. A travagem sobre марсианскую atmosfera TGO será de cerca de um ano.

Trabalhos de pesquisa no âmbito do projeto Exomars programado realizar a partir de meados de 2017 a 2022 ano. A principal parte das obras está prevista para 2018 — então, em particular, em Marte ir veículo, com o objetivo de explorar um planeta e de transferência de dados de no Chão.

Orbital Trace Gas Orbiter vai estudar pequenas gás impurezas da atmosfera e distribuição de gelo de água no solo de Marte. Também orbital irá retransmitir dados com demonstração de assalto anfíbio do módulo da missão de 2016, o módulo de assalto anfíbio e de marte missão de 2018, esclarece Gazeta.ru.

Demonstração lander Schiaparelli foi projetado para testar as tecnologias necessárias entrada na atmosfera, descida, o plantio e a realização de pesquisas de instrumentos científicos, passa Newsru.com.

Detectores instalados no TGO, capaz de, com uma altura de 400 km de determinar o conteúdo na atmosfera de Marte metano, vapor de água, dióxido de nitrogênio, acetileno e outros gases com precisão a três ordens de magnitude maior que na pesquisa anterior.

Se o metano for detectado a presença de etano propano ou, então ele se tornará um forte argumento a favor da presença de processos biológicos. Se o metano for detectado na presença de gases de efeito estufa, como o dióxido de enxofre, então isso indica que o metano é um subproduto de processos geológicos.

A tarefa adicional — executar as tecnologias necessárias para a implementação da segunda fase da missão, que, supostamente, realizada em 2018.

Como explicou à agência FEIRA chefe do laboratório do Instituto de pesquisas espaciais FERIDAS Daniel Mundiais, esta é a primeira экзобиологическая missão a Marte. "Anterior марсианским estações de colocar uma tarefa em busca de água, mas nenhuma missão propositadamente não ser iniciado com a tarefa de pesquisa de vestígios de vida. Esta será a primeira vez", disse ele.

Como relatado, de 5 de maio de 2018 será realizada a execução de uma missão da NASA, chamado InSight, que visa o estudo profundas do subsolo de Marte. O pouso na superfície do planeta Vermelho prevista de 26 de novembro de 2018. Este projeto deve começar em março deste ano, mas, em dezembro do ano passado, foi adiado em dois anos, por razões técnicas.