Em conversa com jornalistas, o pai do suspeito Rauf Фаталиев contou que seu filho à noite, geralmente anda a dar um passeio no parque, que fica perto de sua casa, em lugar de matar localizado a 35 quilômetros de distância. "Eu venho com o trabalho cansado, à noite, deitou-se para dormir. Na véspera, ele entrou no parque. Sai de 8-9 pm, mas geralmente em 11-12 noite já volta", disse ele.

De acordo com o Фаталиева-o mais velho, 24 de abril, no dia seguinte, após a morte, seu filho nunca deu conta que o que lhe incomoda. Além disso, e durante o acompanhamento de uma semana, ele andou junto com o pai na área de construção e estava de bom humor.

"No domingo, ele foi normal. Agora eu falei com as pessoas com quem temos trabalhado, pode, alguém notou a mudança nele. Mesmo porque, se o cão matam — experiências de comer. Mas o filho não estava deprimido", explicou Фаталиев sênior.

Ao mesmo tempo, irmã do suspeito Elmira Фаталиева reclamou ameaças de agentes da lei. "No primeiro interrogatório, os detetives-me de santo. Eu nunca na minha vida não foi mais cedo para os interrogatórios. E ontem eles começaram a gritar comigo: "Eu te Сызрань повезу, te tenho lá dois ou três dias para se sentar." Então ele começou a alguém chamar, supostamente, agora vamos sufocar. Eu напугалась, que eu tal faça, para mim tinha que sufocar. Vamos lá, supostamente, признавайся, que você é tudo que sabia", lembra a menina.

Segundo ela, em resposta à ameaça, ela disse правоохранителям, que pode contar tudo o que sabe dos meios de comunicação. Depois disso, as ameaças cessaram, acrescentou ela.

Entretanto, os jornalistas do canal de televisão descobriram que o Romance Фаталиев já estava no campo de visão dos agentes da lei: quando ele estava na escola, ele são extorquidos dinheiro de outros adolescentes. Em 2007, 14 anos, Фаталиев, que naquele momento estava estudando na quinta série, estava sob investigação. Junto com seu amigo, ele se aproximou de um dos alunos e bateu com o punho na parte de trás, e em seguida, exigiu 300 rublos. O menino recusou-se, então Фаталиев chutou em cima dele e começou a bater.

Naquela ocasião no banco dos réus foi apenas um Фаталиев. Seu amigo naquele momento ainda não atingiu a idade de responsabilidade criminal. Como resultado, o tribunal reconheceu o menor culpado e condenado a 2 anos de prisão e multa.

Na manhã do dia 1 de maio, o comitê de investigação рапортовал sobre a detenção de três imigrantes da Ásia central, por suspeita de brutal violência sobre a família do ex-chefe de polícia Meses. Foi anunciado que a operação de detenção foi realizada na região de Samara, 30 de abril e no dia 1 de maio. Quando o fizer, a MÍDIA informou que um dos suspeitos conseguiu fugir em Tajiquistão.

Mais tarde, o representante orçamentárias, disse a repórteres que os detentos começaram a dar o depoimento de um morador. Com isso, segundo ele, a sua confirmação encontrou uma das principais versões, que considerou o resultado, — разбойное ataque. "Durante as buscas foram encontrados objetos que foram roubados durante a разбойного ataque, em particular a identidade de um oficial de polícia", — contou-Brasil.

Anteriormente, a MÍDIA informou que dois detentos — irmãos, Alexander e Eugene Нуштаевы, chegados do Uzbequistão. Também foi relatado que os dois detidos recentemente recebeu a cidadania russa, e o terceiro é a autorização de residência.

Гошта e mais cinco membros da família que encontramos na casa de seus pais, na aldeia de Ивашевка Сызранского da área. Foi relatado que eles marcaram a válvula ou bocados, muitos — em um sonho. Os criminosos não me arrependo da criança: uma menina de 2009 nascimento sobreviveu e foi internado na uti com graves lesões. Ela está em coma.

O processo criminal deixaram de ч. 2 ст. 105 ("o Assassinato de duas ou mais pessoas) e ч. 3 ст. 30 ("Tentativa de homicídio") do código PENAL.