Homem de 1990 г. р. sem спецпропуска, foi detido e a 200 metros da fronteira com a Rússia. Ao verificar a identidade descobriu-se que o homem tem muitos antecedentes criminais por furto e roubo, e saiu da prisão, em março deste ano, e em agosto pelo novo crime foi declarado na busca de pessoas desaparecidas.

O detento transmitiram os funcionários Госполиции.