Como informou o secretário de imprensa do tribunal de Raymond Лочмелис, o tribunal negou provimento ao recurso Smirnov, em parte, sobre o pagamento no valor de 68 тыс. de euros, sobre o público, a desculpa e a recuperação de informações, задевающих honra e dignidade, bem como, em parte, contra a Comissão do mercado de finanças e de capital.

A sentença poderá recorrer no prazo de 30 dias.

Em 2008, PB, dois dias deteve Smirnov, por críticos declarações sobre a economia da Letónia sobre a possível desvalorização letoniano. No tribunal, o economista falou em 2010, porque em dois anos, nenhum órgão do governo não сочло o ajuste antes de ele pedir desculpas.

Em 2012, a ação em Equipe foi rejeitado pelo tribunal de primeira instância.