O próprio Sasha, juntamente com a mãe já está em casa dos alemães do hospital. O menino se sente muito melhor, e até aprendi a sentar-se, mas ele ainda tem uma grande cirurgia.

Quando o garoto chegou na Alemanha, os profissionais realizaram o diagnóstico e chegou à conclusão de que a síndrome de Pierre Robin a criança não. Ou seja, o seu colocaram os médicos na Letónia.

"Sai, 9 meses, a criança geralmente tratado corretamente. Em segundo lugar, a criança colocaram o tamanho errado трахиостому — tubo, através do qual ele respira! E imagine, uma criança de dois em dois meses colocar um tubo em dois tamanhos mais. Como se sente?" — ужасается a mãe de Sasha — Natalia Kant.

Devido a isso, o menino деформировались vias respiratórias. Como se vê, a criança ofegante por causa de dois tumores ao redor da traquéia. Незлокачественных. "Pode ser, através de oito meses — um ano terá que ir para uma consulta. E há a possibilidade de que nós apenas прилетим, esse cachimbo, abaixando, buraco зашьют", diz mãe de criança.

Mas antes disso, o Saquinho tem que ainda em abril de ir novamente para a Alemanha. A operação de recuperação do céu. Há documentos com a conclusão de médicos alemães. Agora, sua tradução para o idioma letão.

"Os médicos alemães, para dizer o mínimo, muito surpreendido com a sua condição. E todas essas perguntas serão feitas a mãe de médicos. Por que a criança não recebeu a fisioterapia, por isso, quando ele colocar o tubo, ninguém продиагностировал", diz o organizador do tratamento de Sasha na Alemanha Angelika Миглане.

Letã os médicos a situação não comentam. Agora a coisa vai Inspeção de saúde. "A inspeção ninguém anular não será de todos os materiais serão tratados de forma objetiva. Essa coisa que eu vou, especialmente, o controle", — disse o chefe da instituição Agia Межсарга.

Até mesmo o menino continua o caminho para a recuperação e já começou a comer comida normal.