De acordo com a lei, os letões na Letónia podem tornar-se uma minoria, e ливы já se tornaram assim, como resultado de ataques de outros povos, o genocídio, a Segunda guerra mundial, por isso, são chamados mais uma vez se unem a etnia pátria. Agora, a situação na Letónia, mudou — a de восстановившей a independência da Letónia, por várias razões emigrou muito cidadãos letões. Alterado círculo de pessoas, que, com a ajuda da nova lei são incentivados a voltar para a Letónia, indica o MINISTÉRIO do interior.

A partir da lei do possível, a limitação do número de gerações, que previa a possibilidade de репатриироваться apenas para o rosto, um dos parentes de linha reta da linha é латышом ou ливом. A lei atual só foram instalados dois geração, o que restringia a repatriação de jovens letão e ливского de origem.

O projeto de lei define o conceito de "репатриант", define a ordem de solicitação, a atribuição e a privação do status репатрианта, o pagamento de auxílio-se репатриант dela recebeu, em caso de privação de status ou a emigração para outro país.

O projeto estabelece que, no entendimento da nova lei é um membro da família репатрианта, e qual é o prestado pelo estado, de assistência репатриант e os membros de sua família, tem o direito de obter, esclarece os tipos e tamanhos para este auxílio. Mantida a atual ordem em relação aos самоуправлениями ajuda na solução de problemas habitacionais.

Está previsto que a emenda entrará em vigor em 1 de julho de 2016.