• Realizado pelo greenpeace: Parceria com a UE e os EUA de prejudicar o meio ambiente, a saúde e a

  • Em uma organização foram 248 páginas de documentos produzidos no âmbito do TTIP entre os EUA e a UE.

    As normas da Ue em matéria de protecção ambiental e de saúde serão erodidos por preparando-os acordos da UE e dos EUA, adverte realizado pelo greenpeace. Em uma organização foram 248 páginas de documentos produzidos no âmbito do Transatlântico comercial e de investimento da parceria (TTIP) entre os EUA e a UE.

    Os documentos analisados pela organização, mostram que as decisões serão tomadas em função dos interesses de grandes corporações, acredita o diretor de escritórios realizado pelo greenpeace na UE Йорго Riess. Isso irá prejudicar o processo de tomada de decisão na área de saúde pública e ambiental, a certeza de Riss.

    De acordo com o realizado pelo greenpeace, os EUA fazem com que a UE se recusou a do "princípio de precaução", em uma atitude potencialmente nocivos de produtos e assumiu menos rígido abordagem, adotada nos estados unidos. A abordagem americana visa a gestão de riscos, e não na sua prevenção.

    A diferença é visível, por exemplo, em relação aos organismos geneticamente modificado. Nos estados unidos é permitido cultivar mais de 170 diferentes modificadas de plantas e na UE - apenas um tipo de milho.

    Também realizado pelo greenpeace temem que os acordos não fornecida pela própria redução das emissões de dióxido de carbono na atmosfera.

    No âmbito TTIP acordado européia e americana legislação em várias áreas e setores. Os defensores da parceria acreditam que o acordo vai ajudar a aumentar o comércio entre os dois países, e também ajudar a criar novos tipos de negócios e empregos.

    A comissão europeia espera que o negócio deve ser fechado até o final do ano. Na segunda-feira o porta-voz da UE deve informar sobre os progressos nas negociações.

    Fonte: O serviço russo da Bbc

    http://korrespondent.net

More news in the same category:

More Global News:

comments powered by Disqus