Segundo ele, no mundo existe um amplo consenso internacional sobre o assunto.

"A existência de uma forte e próspera Rússia, que reconhece o estado de direito, que respeite a soberania e a integridade territorial de seus vizinhos e que contribui positivamente para nos assuntos mundiais, é do interesse de todo o mundo", afirmou Малиновски, observando que atualmente "a Rússia não desempenha um papel semelhante em todas as esferas da".

Secretário também destacou que Washington nunca fez антироссийскую política. Segundo ele, os EUA estão interessados no fato de a RÚSSIA era forte e democrática,.

"Esta será a responder aos interesses e da própria Rússia, e os interesses dos EUA. Eu não espero, que tal a Rússia estará de acordo com os estados unidos sobre cada assunto. Espero que em alguns aspectos estamos, ainda, vamos ter uma concorrência saudável", — disse ele.

Малиновски acrescentou que Moscou e Washington poderiam trabalhar juntos "por uma questão de segurança mundial e prosperidade".

Anteriormente, o ministro da defesa dos EUA, Ashton Carter incluiu a Rússia em número de uma das principais ameaças à segurança dos Estados Unidos. Segundo ele, no momento, a maior ameaça vem da Rússia, China, Coréia do Norte, Irã e do terrorismo internacional.

Em fevereiro, o Pentágono pediu a aumentar em 2017 ano fiscal de financiamento de até 582,7 bilhões de dólares. Na RÚSSIA, sugeriram que declarações belicosas representantes do Pentágono estão relacionados com o desejo americano de militares para complementar o orçamento.