Tais conclusões Бартулис fez durante o torneio, Евровызова (Euro Ice Hockey Challenge), que em novembro do ano passado tomou de Liepaja e onde o jogador de hóquei atuou como capitão da equipe.

"Claro, é bom que nos reuniram, só que aqui é triste não de organização, — começou Бартулис e explicou suas palavras. — Provocam na equipe dos jogadores. Eu também, a necessidade de voar, de Vladivostok. Claro, é ótimo voltar para casa, mas, na minha opinião, você deve imediatamente começar a trabalhar, para que começasse a se reunir a equipe. Mas, no final, é que não há um treinador sem comando. Mas os organizadores locais fizeram de tudo para que o torneio foi memorável. E, sinceramente, em termos de avaliação de orientar os trabalhos da equipe — foi uma bagunça".

"Havia mesmo significado de conduzir, quando outro treinador, um outro olhar. O que pode dizer Eric Милюнс nosso atual técnico da seleção (Leonid Бересневу — Aprox.) — quem, a partir disso, a composição pode tomar? Милюнс convidado foi apenas em três jogos. Eu não posso dobrar este quebra-cabeça, — disse o jogador de hóquei, acrescentando. — A equipe não tem organização. Dê uma olhada na seleção de Belarus. Em Liepaja pode e não chegou a sua melhor composição, mas era o treinador e eles tocaram as verificada sistema. Temos tal, infelizmente, não foi. É difícil admitir, mas o nosso hóquei tem de evoluir, e com esses torneios, como em Liepaja, temos para onde ir não criarmos uma".

Lembre-se que a seleção da Letônia, em edição de novembro de torneio EIHC levou Eric Милюнс, que trabalha com юниорской a seleção do país (U-18). Torneio de então ganhou o avião. E o mentor principal equipe do país, apareceu apenas, mais recentemente, em fevereiro e por três meses antes do início da COPA do mundo de 2016. A fase de "Еврочелленда" em Liepaja